Stans Murad Netto foi eleito Membro Honorário da AMRJ

Stans Murad Netto foi eleito Membro Honorário da AMRJ

O 18 º aniversário da Academia de Medicina do Rio de Janeiro (AMRJ) foi celebrado em um dos auditórios do CREMERJ, no dia 21 de outubro, e contou com a presença de ilustres colegas que lotaram o espaço. Na ocasião foram empossados, como acadêmicos honorários da Academia, os médicos Dirson Abreu e Stans Murad Netto. 

A mesa solene foi composta pelo presidente e vice-presidente da AMRJ, Leão Zagury e Igor Abrantes, pelos fundadores Ivon Rodrigues e Joaquim José Castellões, além do secretário geral, Dany David, e o embaixador do Ministério das Relações Exteriores Luiz Antonio Castro. Também estiveram presentes o vice-presidente do CREMERJ, Nelson Nahon, e a conselheira Vera Fonseca.

Para Leão Zagury, realizar essa comemoração dentro do CREMERJ foi ainda mais agradável, já que dentro do Conselho os médicos são sempre bem acolhidos e estimulados.

Hoje é o clímax para nós, porque também estamos homenageando dois grandes nomes da medicina do Rio de Janeiro. A academia faz apenas 18 anos, mas procura congregar todos os nomes importantes da medicina do Rio de Janeiro. Gradualmente, estamos conquistando nosso espaço, através da realização de reuniões frequentes e com a presença maciça dos acadêmicos. Agradeço à diretoria do CREMERJ, que realmente prima por tornar aqui a Casa dos Médicos finalizou.

Fonte: CREMERJ

Lista de Honorários: AMRJ

Honorário: Stans Murad Netto

 

DISCURSO DE POSSE

EXMO SR. PRESIDENTE DA ACADEMIA DE MEDICINA DO RIO DE JANEIRO PROFESSOR DOUTOR LEÃO ZAGURY

EXMO SR. VICE-PRESIDENTE PROFESSOR DOUTOR IGOR BORGES DE ABRANTES JUNIOR

EXMO SECRETÁRIO GERAL PROFESSOR DOUTOR DANY DAVID KRUCZAN

SENHORAS E SENHORES ACADEMICOS

SENHORAS E SENHORES

NA DERRADEIRA FASE DE MINHA VIDA PROFISSIONAL, 0 CONVITE DA ACADEMIA DE MEDICINA DO RIO DE JANEIRO FEZ-ME REPORTAR AO PASSADO, QUANDO EM DEZEMBRO DE 1954 COM UM GRUPO DE COLEGAS, NO MEMORÁVEL TEATRO MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO, TRAJADOS A RIGOR COMO NESTA NOITE, IURAMOS DE HIPÓCRATES “TOMANDO POR TESTEMUNHO TODOS OS DEUSES E TODAS AS DEUSAS," EXERCER A MEDICINA COM DIGNIDADE E HUMANISMO, CUMPRINDO A MISSÃO DE ALIVIAR O SOFRIMENTO E RESGATAR A SAUDE DE TODOS OS SERES HUMANOS.

SESSENTA ANOS DEPOIS DE MAIS UMA ESTRADA PERCORRIDA, ESTOU CONVIDADO A SENTAR-ME NUMA DAS CADEIRAS DESSA EGRÉGIA ACADEMIA AO LADO DE DESTACADOS MESTRES DA MEDICINA BRASILEIRA CUJOS SERVIÇOS PRESTADOS AS PESSOAS E A NAÇÃO CONSAGRARAM-LHES A MERECIDA NOBREZA ACADEMICA.

AGRADEÇO A HONRA QUE ME CONCEDEM OS EXMOS SRS

DIRETORES LEÃO ZAGURY, IGOR BORGES DE ABRANTES

JUNIOR, DANY DAVID KRUCZAN E A TODOS OS ILUSTRES

ACADÉMICOS POR ESTA DIGNIFICANTE HOMENAGEM.

 

NINGUÉM CONSTRÓI NADA SOZINHO. E NA MINHA CAMINHADA UM GRUPO DE PARCEIROS

ACOMPANHARAM-ME E PARTICIPARAM COM LEALDADE DA CONSTRUÇÃO DE MINHA HISTÓRIA PROFISSIONAL.

ELES SERÃO LEMBRADOS NA EXPOSIÇÃO QUE FAÇO CITANDO SEUS NOMES E NO SILÊNCIO DE MINHA VOZ, MAS DENTRO DO PEITO ESTAREI AGRADECENDO PELO LEGADO DESSES INESQUECÍVEIS COMPANHEIROS. COM ELES DESEJO DIVIDIR AS HONRAS E AS HOMENAGENS QUE ME SÃO DESTINADAS NESTA NOITE SOLENE.

PERMITAM-ME LEMBRAR DE MEUS PAIS LUIZ E JOSEFINA, MEUS IRMÃOS JOSE, VICTOR, CHARLES, TADEU, MARIA LUIZA, TEREZA, MINHA FILHA FERNANDA E NETOS EDUARDO E PAULA. ELES ESTARÃO SEMPRE PRESENTES EM MINHA MEMÓRIA.

COSTUMO DIZER QUE VIM COM PEDRO ALVARES CABRAL E POR ISSO TIVE O PRIVILÉGIO DE PARTICIPAR DAS TRÉS FASES MAIS IMPORTANTES DA MEDICINA CONTEMPORANEA, QUE TEM POUCO MAIS DE DUZENTOS ANOS, COM PROGRESSO CADA VEZ MAIOR ULTIMAMENTE E COM A EMOCIONANTE PERSPECTIVA DE GIGANTESCAS MUDANÇAS NOS PRÓXIMOS 30 ANOS, PELA INCLUSÃO DA GENÉTICA E DE NOVAS TECNOLOGIAS.

A MEDICINA COMEÇOU COM A SEMIOLOGIA QUE VIVENCIEI COM O MESTRE MAGALHÃES GOMES, O MAGO DA DITÁTICA, QUE TORCÍAMOS PARA QUE O TEMPO NUNCA LIMITASSE SUAS AULAS E LUIZ FEIJÓ DAS MEMORÁVEIS SESSÕES CLÍNICAS, ONDE MOSTRAVA SEU INCOMPARAVEL SABER.

NESSA FASE DE MINHA VIDA, NO lº ANO, CONHECI MEU COMPANHEIRO DE ESTUDOS EBNAS MELO DE VASCONCELOS, QUANDO O TEMPO NÃO NOS IMPEDIA O DESEJO DE ESTUDAR CADA VEZ MAIS.

NO 4º ANO CONHECI MEU PRIMEIRO PARCEIRO IGOR BORGES DE ABRANTES JUNIOR CUJA AMIZADE JÁ DURA 63 ANOS, CONVIVENCIA MAIS LONGA QUE A DOS MEUS IRMÃOS. FIGURA SIMPLES, MAS DE ALMA E PORTE BRITÃNICOS. CALMO E CONTIDO, DE VOZ MANSA, MEDINDO AS PALAVRAS, MÉDICO VERDADEIRO PELA ASSISTENCIA HUMANÍSTICA QUE DISPENSA A SEUS PACIENTES E A ESTENDE A SEUS AMIGOS. TRABALHA E PRODUZ MUITO SOB O SILÉNCIO DE SUA PRIVILEGIADA INTELIGÊNCIA. UM GRANDE CONQUISTADOR DE AMIGOS. AJUDOU-ME MUITO.

MAS FOI NO INSTITUTO NACIONAL DE CARDIOLOGIA DO MÉXICO ONDE ESTAVA UM DOS MAIORES CENTROS DE SEMIOLOGIA CARDÍACA DO MUNDO DAQUELE TEMPO. UMA EPIDEMIA DE FEBRE REUMATICA PRODUZIA LESÕES CARDIACAS DE TODOS OS TIPOS, MUITAS VEZES EXTENSIVAS A OUTROS ÓRGÃOS E TECIDOS DA INFÂNCIA A VIDA ADULTA.

ISSO POR UM LADO NOS PROPORCIONAVA UMA FONTE INIGUALÁVEL DE APRENDIZADO, MAS POR OUTRO NOS CONSTERNAVA E NOS HUMILHAVA DE IMPOTÊNCIA PARA AJUDÁ-LOS. IMAGENS DE SOFRIMENTOS E CENAS EMOCIONANTES DE AMOR AO PRÓXIMO POR MÉDICOS, ENFERMEIRAS E FUNCIONÁRIOS OCORRIAM PRINCIPALMENTE NA ENFERMARIA DAS CRIANÇAS. ESSAS IMAGENS PERMANECEM INDELÉVEIS EM MINHA MENTE.

NOTÁVEIS SEMIOLOGISTAS SOBRESSAÍRAM-SE SE DESTACANDO RIVERO CARVALLO DA MANOBRA DA INSUFICIÊNCIA TRICÚSPIDE. MAS O PONTO ALTO DO INSTITUTO ERA A ELETROCARDIOGRAFIA, ONDE SODI PALLARES, DOS POTENCIAIS LOCAIS E, SOLUÇÃO POLARIZANTE E O GENIAL ENRIQUE CABRERA DAS SOBRECARGAS SISTÓLICAS E DIASTÓLICAS E INTERPRETAÇÕES VETORIAIS DA ELETROCARDIOGRAFIA SE DESTACARAM EMPOLGANDO A CARDIOLOGIA DE TODO MUNDO. LEMBRO COM CARINHO DE MARIA VITÓRIA DE LA CRUZ COM SEU EXTRAORDINÁRIO MUSEU DE CORAÇÕES COM CARDIOPATIAS CONGÊNITAS DE TODAS AS PATOLOGIAS, PROVENIENTES DE VÁRIOS PAÍSES DO MUNDO EM BUSCA DE DIAGNÓSTICO. APRENDI MUITO COM ELA NAS TARDES DA MINHA RESIDENCIA DE QUASE TRÊS ANOS NO INSTITUTO. AGRADEÇO TAMBÉM A IGNÁCIO CHAVES, ESPINO VELA, VILA REAL E A MEU COMPANHEIRO DE RODÍZIOS MOISÉS GORODEZKY.

A FASE DA TECNOLOGIA E DA IMAGEM EU CONHECI NOS EEUU NO St JOSEPH'S HOSPITAL, SYRACUSE, NY, NO SERVIÇO DE GOFFREDO GENSINI QUE ESCREVEU O CAPÍTULO DE ARTERIOGRAFIA CORONÁRIA DO IMPORTANTE LIVRO DO BRAUNWALD E QUANDO NO PERÍODO 1961-62 REALIZEI AS PRIMEIRAS CORONARIOGRAFIAS DE MINHA VIDA. NAQUELE PERÍODO, A DOENÇA CORONÁRIA ATINGIA SEU PICO DE MORTALIDADE E PESQUISADORES DE TODO MUNDO TRABALHARAM MUITO PARA REVERTER AQUELA TRAGÉDIAINCONTROLÁVEL.

NÓS APRESENTAMOS UM PROJETO DE PESQUISA E RECEBEMOS DE GENSINI TODO APOIO EM PESSOAL, EQUIPAMENTO E MATERIAL IRRESTRITOS PARA REALIZARMOS EM CÃES, COM O AUXÍLIO DA ENFERMEIRA KATHLEEN KELORAN, A TÉCNICA DA PERFUSÃO MIOCÁRDICA RETROGRADA PELO SEIO CORONARIANO DEMONSTRANDO QUE POR ESTA VIA PODERIAMOS USAR DROGAS, SANGUE, OXIGÊNIOE OUTRAS SUBSTÂNCIAS PARA ALCANÇAR A ÁREA DO MIOCÁRDIO IRRIGADA POR UMA ARTÉRIA CORONÁRIA OBSTRUÍDA COMO NA ISQUEMIA CORONARIANA E INFARTO DO MIOCÁRDIO.

ROBERTO VINA NA ARGENTINA, PARTICIPANDO DE NOSSA ESCOLA, PROPÔS O USO DE CÉLULAS TRONCO POR ESTA TÉCNICA RETROGRADA PARA RECUPERAÇÃO DO MIOCÁRDIO ISQUÉMICO.

ESTE TRABALHO CONJUNTO TEM APRESENTADO IMPORTANTE REPERCUSSÃO INTERNACIONAL.

NA ARGENTINA E EM OUTROS PAÍSES DA AMÉRICA LATINA E DO MUNDO ESTÃO SENDO REALIZADOS ESTUDOS COM CÉLULAS TRONCO POR ESSA TÉCNICA. NO BRASIL HANS DOHMAN INICIOU O USO DE CÉLULAS TRONCO PELA TECNICA TRANSMIOCARDICA PARA O TRATAMENTO DO INFARTO DO MIOCÁRDIO. INFELIZMENTE O TRATAMENTO COM CÉLULAS TRONCO FOI INTERROMPIDO NO BRASIL. PORQUE?

UM DIA, CONVIDADO PELO DR DONALD EFFLER, CHEFE DE CIRURGIA CARDÍACA DA FAMOSA CLEVELAND CLINIC, TIVE UMA SURPRESA DURANTE UMA CIRURGIA QUE ELE EXECUTAVA.

AO ENCONTRAR DIFICULDADES NA COLOCAÇÃO DE UMA DAS PONTES DE SAFENA, EFFLER CHAMOU UM DE SEUS ASSISTENTES PARA SUBSTITUÍ-LO NA COMPLEMENTAÇÃO DA CIRURGIA E PERMANECEU EM CAMPO, AUXILIANDO-O. EU ASSISTI A VÁRIAS ATITUDES DESTA GRANDEZA ÉTICA E MORAL NOS EEUU. NO BRASIL, OUVI DO MAIOR CIRURGIÃO DE TORAX DE NOSSO PAÍS, NO PASSADO DIZER QUE CONSEGUIU CRESCER PROFISSIONALMENTE PORQUE, OPTOU POR UM HOSPITAL DA PERIFERIA PARA ONDE NINGUÉM ACEITAVA TRABALHAR.

MEU PERÍODO COM GENSINI FOI O MAIS PRÓSPERO DE MINHA VIDA PROFISSIONAL. NÃO ME IMPEDIRAM DE REALIZAR NADA, ESTIMULARAM-ME A PENSAR E A CRIAR, VALORIZARAM MEU TRABALHO. CONFESSO QUE GOSTARIA DE TRABALHAR NOS EEUU DURANTE O DIA E VOLTAR A NOITE AO RIO DE JANEIRO, ONDE SEMPRE DESEJEI VIVER ATÉ O FINAL DE MINHA VIDA. MINHA FAMÍLIA E ESSA CIDADE IMPEDIRAM-ME DE PERMANECER NOS EEUU.

A FASE GENETICA DA MEDICINA COMEÇOU EM 1865, QUANDO O AUSTRÍACO GREGOR MENDEL APRESENTOU SEU TRABALHO SOBRE AS LEIS DA HEREDITARIEDADE QUE TEM SEU NOME.

POR MUITO TEMPO A GENÉTICA TEVE UMA EVOLUÇÃO LENTA. SEM CAUSAR GRANDES IMPACTOS NA ÁREA MÉDICA, SENDO UTILIZADAS, PRINCIPALMENTE, PARA PESQUISA DE PATERNIDADE, INVESTIGAÇÕES POLICIAIS, E POUCAS VEZES NOS DIAGNÓSTICOS E ESTUDOS DE DOENÇAS HEREDITÁRIAS.

EM 1839 PESQUISADORES DE TODO MUNDO PERCEBERAM A POSSIBILIDADE DE GERAR UM ORGANISMO ADULTO A PARTIR DE UMA CÉLULA. COMEÇAVA A ERA DE ESTUDOS DAS CÉLULAS TRONCO.

EM 1902 ULLMANN DA UNIVERSIDADE DE VIENA REALIZOU O PRIMEIRO AUTOTRANSPLANTE DE UM RIM NOS VASOS DO PESCOÇO DE UM CÃO, E EM 1933, FOI REALIZADO O PRIMEIRO TRANSPLANTE DE RIM NO SER HUMANO.

ESSE DUELO ENTRE TRANSPLANTE DE ORGÃOS E CÉLULAS TRONCO TEM MAIS DE 150 ANOS. MAS FOI A DESCOBERTA DAS DROGAS IMUNOSUPRESSORAS, A HISTOCOMPATIBILIDADE E O IMPACTO DO TRANSPLANTE CARDÍACO REALIZADO POR BARNARD EM 1967 QUE DESPERTARAM O MUNDO PARA A ERA GENÉTICA DA MEDICINA. O TRABALHO PUBLICADO NO JACC EM 2000 FOI BASEADO EM ESTUDOS EM ANDAMENTO NAQUELE ANO, INDICAVAM QUE EM 30-50 ANOS OS MÉDICOS SE TRANSFOMARIAM EM GENETICISTAS.

NUMA PRIMEIRA FASE COM UMA GOTA DE SANGUE, URINA OU SALIVA, UM TÉCNICO DARIA O DIAGNÓSTICO DO PACIENTE E PODERIA INDICAR AS FUTURAS ENFERMIDADES DE SUA VIDA.

MAIS ADIANTE TERÍAMOS TRANSPLANTES DE ÓRGÃOS E TECIDOS SEM REJEIÇÃO E EM OUTRA FASE, COMPUTADORES DO TAMANHO DE UMA CÉLULA, QUE INJETADOS TRARIAM OS DIAGNÓSTICOS DAS ANOMALIAS GENÉTICAS, ENQUANTO OUTRO INJETADO POSTERIORMENTE CORRIGIRIA ESSAS ANOMALIAS.

ESSAS PESQUISAS FANTÁSTICAS COMEÇARAM A MUDAR A MEDICINA DOS NOSSOS DIAS.

NO DIA 7 DE OUTUBRO DE 2015 O PRÊMIO NOBEL DE QUÍMICA FOI DESTINADO A TRÊS PESQUISADORES QUE DESCOBRIRAM OS MECANISMOS QUE REPARAM OS ERROS DO DNA HUMANO!

PERCEBENDO A IMPORTANCIA DA GENÉTICA NA MEDICINA, ENVIAMOS NOSSA EQUIPE DE INFORMÁTICA E VÍDEO AULAS A SÃO PAULO PARA GRAVAR E CRIAR O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GENÉTICA E BIOLOGIA MOLECULAR A DISTÃNCIA, COM MESTRES E DOUTORES DA USP. ESSE EXCELENTE CURSO CREDENCIADO PELO MEC E SBC FOI OFERECIDO A DISTANCIA, ANUALMENTE A PARTIR DE 2006, POR 5 ANOS SEGUIDOS E ATÉ HOJE, RECEBEMOS MUITAS SOLICITAÇÕES PARA REINLCLÁ-LO.

A MEDICINA GENÉTICA AUMENTARÁ MUITO NOSSOS ANOS DE VIDA E ELIMINARÁ MUITAS DOENÇAS, ATUALMENTE, INCURÁVEIS. IMAGINO O SER HUMANO VIVENDO 2OO-400 ANOS COM SAÚDE PARECENDO MELHOR QUE AOS 40 ANOS.

VAMOS OUVIR VÁRIAS VEZES ALGUÉM PERGUNTAR, QUANTOS ANOS VOCÊ TEM? RESPOSTA 390. NÃO PARECE, ESTOU INDO COM MINHA ESPOSA EM FÉRIAS A DIFERENTES PLANETAS.

NÃO ME SURPREENDERIA OUVIR QUE UM ADÃO E EVA BRASILEIROS DISTRAÍDOS OU OUSADOS TENHAM PARADO EM ALGUM PLANETA, SEM VOLTA, MAS COM CELULAR QUE POSSAM NOS CONTAR SUA HISTÓRIA E ENVIAR FOTOS. IMAGINO ANÚNCIOS NA INTERNET DE PESSOAS INDICANDO SEU CÓDICO GENÉTICO DO AMOR ETERNO, PROCURANDO UM PARCEIRO EM ALGUM LUGAR DA TERRA OU QUEM SABE DO UNIVERSO E COMO CONSEQUENCIA TERIAM UM CASAMENTO PERFEITO SEM TRAIÇÕES.

“A PROBABILIDADE DE ALGUÉM VIR A PRECISAR DE UM TRANSPLANTE COM CÉLULAS-TRONCO DO SANGUE DO CORDÃO AO LONGO DE UMA VIDA É DE 1 PARA 217, PARA O TRATAMENTO DE DIVERSAS DOENÇAS, COMO AS CARDÍACAS, DIABETES, LESÕES ESPORTIVAS E É UMA DAS ÁREAS MAIS PROMISSORA DA CIÊNCIA".

MEUS AGRADECIMENTOS A ANTONIO ALVES COUTO, ASTOLFO SERRA JUNIOR, BRUNO ANDREA, DANY DAVID KRUCZAN, EDUARDO MACHADO ANDREA, EVANDRO TINOCO, FERNANDO MORCERF, IGOR BORGES DE ABRANTES JUNIOR, LUIZ ANTÔNIO CARVALHO, MARCELO HADLICH, MARIA EULALIA PFEIFFER, PAULO VILLAR DO VALE, REINALDO HADLICH, RONALDO RODRIGUES, SALVADOR SERRA, ROBERTO VINA, ANTONIO M. DE OLIVEIRA, ROGERIO MOURA, ENFERMEIRA AURELIA LEONEL, RITA CAFÉ E EM SEU NOME. AOS MESTRES E DOUTORES EM GENÉTICA E BIOLOGIA DA USP QUE PARTICIPARAM DO EXTRAORDINÁRIO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GENÉTICA E BIOLOGIA MOLECULAR DE NOSSA ESCOLA DE PÓS-GRADUAÇÃO. IPGMRJ.

DEVEMOS UM AGRADECIMENTO ESPECIAL A UM SER HUMANO EXTRAORDINÁRIO, O SR TJONG OEI NASCIDO EM SINGAPURA E NATURALIZADO BRASILEIRO, QUE ENXERGOU O FUTURO DA BARRA QUANDO ESSA ÁREA ERA UM MATAGAL. DOOU TERRENOS PARA A PREFEITURA E A PARTICULARES, VERIFICANDO O QUE A BARRA PRECISAVA PARA DESENVOLVER-SE. DOOU-NOS UM TERRENO PARA CONSTRUIRMOS UM HOSPITAL, PORQUE NÃO HAVIA NA BARRA. OEI FOI UM DOS MAIORES RESPONSÁVEIS PELO SURGIMENTO DA BARRA. INFELIZMENTE, CONSTRUÍMOS INICIALMENTE A ESCOLA, PARA DEPOIS CONSTRUIRMOS O HOSPITAL. FOI UM GRANDE ERRO, MAS, CRIAMOS O IPGMRJ E O CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GENÉTICA E BIOLOGIA MOLECULAR, QUE RESULTOU NA FORMAÇÃO DE MAIS DE DOIS MIL ESPECIALISTAS DO BRASIL E DO EXTERIOR QUE HONRAM NOSSA INSTITUIÇÃO.

LEMBRO MUITAS VEZES QUE MUITAS DESCOBERTAS QUE SE NOTABILIZARAM NA HISTÓRIA PODERIAM TER SIDO REALIZADAS EM QUALQUER BOM HOSPITAL DE MUITAS CIDADES BRASILEIRAS. CITO COMO EXEMPLO: ERA PRECISO TER NASCIDO NA ALEMANHA PARA INTRODUZIR UM CATÉTER URINÁRIO NA VEIA ATÉ A AURÍCULA DIREITA E GANHAR UM PREMIO NOBEL? ERA PRECISO ESTAR NOS EEUU PARA REALIZAR A PRIMEIRA PONTE DE SAFENA AORTO-CORONARIA? ERA PRECISO ESTAR NOS EEUU PARA REALIZAR A PRIMEIRA CORONARIOGRAFIA SELETIVA? ERA PRECISO ESTAR NA UCRÂNIA PARA REALIZAR O PRIMEIRO TRANSPLANTE RENAL? O QUE NOS FALTOU?

O SEGREDO DO SUCESSO NA VIDA DEPENDE DE CRIATIVIDADE E DE SORTE. A CRIATIVIDADE DEPENDE DO HOMEM E A SORTE E UMA DÁDIVA DE DEUS.

A GIGANTESCA MUDANÇA DA MEDICINA NOS PRÓXIMOS 15 A 35 ANOS TRAZ-ME A ESPERANÇA DA CORREÇÃO DO GENOMA HUMANO PARA A CONSTRUÇÃO DA PAZ NA TERRA. UM SONHO QUE PELA GRAÇA DE DEUS PODERÁ TORNAR-SE REALIDADE E EU POSSA ASSISTILA E FESTEJA-LA NA TERRA OU EM ALGUM LUGAR DESTE IMENSO UNIVERSO.

Fotos

Instituto de Pós-Graduação Médica do Rio de Janeiro