Professor Livre Docente da Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1970

STANS MURAD NETTO FOI APROVADO EM PRIMEIRO LUGAR, EM 1970, NO "MEMORÁVEL CONCURSO PARA LIVRE-DOCENTE DA FACULDADE NACIONAL DE MEDICINA, DA UNIVERSIDADE DO BRASIL (ATUAL UFRJ), JUNTO A OUTROS GRANDES NOMES DA CARDIOLOGIA NO RIO DE JANEIRO, COMO CANTIDIO DRUMONT NETTO, IVAN GOLÇALVES MAIA, MUNIR MURAD, HANS DOHMANN, EBNAS MELLO DE VASCONCELO E JOSÉ FELDMAN".

TENDO COMO BANCA EXAMINADORA: EDGARD MAGALHÃES GOMES E LUIZ FEIJÓ (TITULARES DE CARDIOLOGIA DA UFRJ), ARTUR CARVALHO DE AZEVEDO (TITULAR DE CARDIOLOGIA DA PUC) E AARÃO BENCHIMOL (TITULAR DE CARDIOLOGIA DA UERJ).
 

UM FATO INUSITADO QUE SURPREENDEU STANS MURAD NETTO, FOI O TELEFONEMA QUE RECEBEU DO PROFESSOR CARVALHO DE AZEVEDO, DA BANCA EXAMINADORA ACIMA REFERIDA, QUE ACABARAM DE EXAMINA-LO, DEDICANDO GRANDES E HONROSOS ELOGIOS PELA PROVA ORAL E EXAME DO PACIENTE.

Instituto de Pós-Graduação Médica do Rio de Janeiro